Confira os países que já estão com a fronteira aberta para os Brasileiros!


Alguns países já estão com fronteira aberta para a entrada de Brasileiros.


Saiba quais são eles e as exigências de cada um.



Albânia: exigido o uso de máscaras em locais públicos.

Antígua e Barbuda: são obrigatórios o uso de máscaras faciais e a apresentação de teste negativo para COVID-19, o qual deve ter sido realizado até 48h antes da chegada à região. Caso não tenha o comprovante em mãos, o visitante deverá se submeter a um novo teste já no destino e cumprir quarentena de 14 dias em um hotel.

Bahamas: é necessário o preenchimento do formulário Bahamas Health Visa Card, bem como a apresentação de teste negativo para COVID-19, emitido até 10 dias antes da chegada.

Barbados: os passageiros originários de países com grande volume de casos confirmados devem portar o resultado de teste negativo para COVID-19, realizado 72h antes do embarque. Aqueles que não tiverem feito o exame deverão fazê-lo assim que desembarcarem e terão de permanecer em quarentena até o resultado ficar pronto.

Bermudas: são obrigatórios o teste negativo para o novo coronavírus, emitido até cinco dias antes da partida, o preenchimento de um formulário de autorização de viagem, o pagamento de uma taxa de US$ 75 e a verificação da temperatura corporal no aeroporto. Vale informar, que no decorrer da viagem, os visitantes serão testados já na ilha e deverão medir sua temperatura e reportá-la on-line duas vezes por dia.

Camboja: apresentação de teste negativo para COVID-19, feito até 72h antes do embarque, seguro-viagem com cobertura de US$50 mil e depósito de US$3 mil caso seja necessário tratamento médico. É importante informar que, se um ou mais passageiros do voo estiverem contaminados, todos a bordo deverão cumprir quarentena de 14 dias.

Croácia: para entrar no país, é necessário apresentar reserva de hotel e, também, preencher o formulário EnterCroatia.

Dubai: apresentar atestado médico comprovando resultado negativo para COVID-19, o qual deve ter sido realizado menos de 96h antes do embarque, e dispor de seguro-viagem. Em casos positivos para o vírus, o visitante deverá respeitar a quarentena e arcar com todas as suas despesas. Ainda no aeroporto, todos estão sujeitos à triagem térmica.

Egito: turistas devem apresentar seguro-viagem para eventuais despesas médicas e preencher o “Cartão de Saúde Pública” na chegada ao país.

Jamaica: verificação de temperatura e eventual realização de testes para COVID-19.

Líbano: os passageiros originários de países com grande volume de casos confirmados devem ter em mãos o resultado negativo para testes de COVID-19, emitidos 72h antes do embarque, ou, então, se submeterem à realização do teste no aeroporto.

México: obrigatório o uso de máscaras faciais.

Polinésia Francesa: o país exige a apresentação de teste negativo para COVID-19, realizado com antecedência de 72h do embarque, e seguro-viagem. Também existe a possibilidade de testagem aleatória nos primeiros quatro dias de permanência na região.

Reino Unido: é obrigatório o cumprimento de quarentena de 14 dias. Se a norma não for respeitada, será aplicada multa de £ 1 mil (algo em torno de R$ 6,5 mil).

República Dominicana: verificação de temperatura na chegada ao país e preenchimento de um formulário de declaração de saúde. Em caso de sintomas ou temperatura acima de 38°C, realização de testes rápidos de COVID-19 e possibilidade de o viajante ter de se submeter à quarentena e a um tratamento.

Santa Lúcia: apresentação de teste negativo para COVID-19, realizado 48h após o embarque. Além de ser obrigatória a utilização de máscaras, os viajantes podem ter sua temperatura verificada no momento da chegada.

Sérvia: obrigatório o uso de máscaras em locais públicos.

Turquia: possível verificação de temperatura na chegada ao país.

Tanzânia: para brasileiros curtirem o destino, eles devem portar um visto de entrada e preencher um formulário de vigilância sanitária no avião.

Ucrânia: são obrigatórios o seguro-viagem e o cumprimento de quarentena de 14 dias.


Alguns destinos também já estão com data marcada para a reabertura


Belize: com reabertura marcada para a partir de 15/08/2020, o destino exigirá que todos apresentem teste negativo para COVID-19, realizado com 72h de antecedência ou no momento da chegada ao país. Além disso, os turistas estarão sujeitos à medição de temperatura ao desembarcarem e deverão baixar o aplicativo Belize Health App antes de subirem a bordo.

Maldivas: o belo destino se prepara para retomar o turismo internacional a partir de 01/08/2020: a reabertura será primeiro para as ilhas desabitadas e, depois, para as habitadas. Os resorts funcionarão com 25% da capacidade e respeitarão as normas sanitárias e o distanciamento social. Apesar de não existirem cobranças extras, exigências de exames e/ou quarentena para quem não apresentar sintomas, é obrigatório o uso de máscaras faciais em locais públicos.

Turks & Caicos: programado para reabrir em 22/07/2020, o arquipélago de Turks & Caicos exige a utilização de máscaras em espaços públicos. Vale informar que, inicialmente, o destino terá voos a partir dos Estados Unidos, do Canadá e da Europa. Importante: um toque de recolher noturno está vigente nas ilhas.


Para maiores informações ou em caso de dúvidas, estamos à disposição,

Equipe MultiCidades.

16 visualizações
Assine nossa Newsletter!
CERTIFICADOS

Luxury Pass

• Tecnologias

• Traslados Executivos

• Economize

• Sistemas

• Trabalhe Conosco

• Certificações e Prêmios

• Guia Viagem

• Cartão Presente

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube
CONTATOS