Segundo cientistas, risco de exposição ao Covid-19 em aviões são muito baixas.

De acordo com alguns especialistas – que recorrem aos poucos casos documentados de transmissão do vírus em voo – as chances de pegar a Covid-19 a bordo de um voo são, na verdade, relativamente pequenas.

O medo de voar durante a pandemia reduziu drasticamente o tráfego aéreo global, que também foi restringido devido ao fechamento de fronteiras.


Uma explicação para o nível de risco aparentemente baixo é que o ar nas cabines de aeronaves modernas é substituído com novo ar fresco a cada dois a três minutos, e a maioria dos aviões é equipada com filtros de ar projetados para capturar 99,99% das partículas.


Enquanto isso, vários novos protocolos foram implementados, como coberturas faciais para passageiros e tripulantes, obrigatórias na maioria das companhias aéreas, checagem de temperatura, limpeza mais intensiva da cabine e movimentos limitados na cabine durante o voo.



Arnold Barnett, professor de estatística da Sloan School of Management do Massachusetts Institute of Technology (MIT), tentou quantificar as chances de se infectar com o vírus a bordo de um voo curto em um estudo recente que analisou os benefícios da política de assento do meio vazio. 


De acordo com suas conclusões, baseadas em voos de curta distância nos Estados Unidos em aeronaves configuradas com três assentos em cada lado do corredor, como o Airbus 320 e o Boeing 737 (e supondo que todos estejam usando máscara), o risco de pegar o vírus em pleno voo é de apenas 1 em 4.300. Essas chances caem para 1 em 7.700 se o assento do meio estiver vago.


A pesquisa de Barnett é baseada na suposição de que os voos estão operando com volume total, mas é importante notar que muitos ainda estão operando com capacidade reduzida. O professor é um forte defensor da política de lugares vazios do meio, adotada por empresas como Delta Air Lines, Southwest Airlines e JetBlue Airways.


Embora cada companhia aérea adote medidas ligeiramente diferentes, a orientação geral para os passageiros é usar máscara, lavar as mãos regularmente e fazer o check-in online para minimizar os riscos de transmissão durante o voo.


Fonte: CNN Brasil

13 visualizações
Assine nossa Newsletter!
CERTIFICADOS

Luxury Pass

• Tecnologias

• Traslados Executivos

• Economize

• Sistemas

• Trabalhe Conosco

• Certificações e Prêmios

• Guia Viagem

• Cartão Presente

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube
CONTATOS